O que fazer com 1001 experiências adquiridas em tantos hemisférios geográficos e musicais? O que fazer com uma bagagem carregada de ideias, prosas, inquietudes e melodias, que, “sem moralizar”, tanto bebem influência no altar da ambient music como nos frenéticos ritmos da América do Sul?

Andrés Malta tem a resposta: fazer ENES.
O que o é mais que juntar Jonny Abbey na guitarra, na bateria Gonçalo Lemos, Leonardo Pinto como teclista e Jay no baixo, e começar a traduzir sentimentos, pesares, dores e alegrias num cocktail explosivo de temas rock, pintalgados de arranjos pop, e com uma secção rítmica protagonizada por uma electrónica de pés a puxar para a pista de dança.